Os maiores jejuns estaduais encerrados no fim de semana

Dos 20 campeões estaduais conhecidos no fim de semana (07 e 08 de abril), cinco não conquistavam o título há, pelo menos, 10 anos. O maior jejum que se encerrou foi do Sobradinho, campeão do Distrito Federal após 32 anos.

MAIORES JEJUNS ESTADUAIS QUE SE ENCERRARAM

Sobradinho – 32 anos
Ganhou o campeonato do Distrito Federal nos pênaltis, diante do Brasiliense. Havia ganho a competição apenas duas vezes, em 1985 e 1986.

Operário/MS – 21 anos
Com o 1×0 sobre o Corumbaense, o maior campeão sul-mato-grossense faturou o 11º título, o 1º desde 1997. Agora, tem duas taças de vantagem sobre o Comercial.

Náutico – 14 anos
Com a vitória de 2×1 sobre o Central, garantiu o 22º título estadual, o 1º desde 2004.

CSA – 10 anos
Após ter perdido o 1º jogo da final do Alagoano, fez 2×0 no CRB e evitou o tetracampeonato do rival. A última conquista estadual já fazia 10 anos. Em 2017, ganhou a Série C nacional.

Serra – 10 anos
Havia vencido o jogo de ida e faturou o campeonato do Espírito Santos mesmo perdendo para o Real Noroeste, 4×3. Foi o 6º título, o 1º desde 2008.

Grêmio – 8 anos
Fez 7×0 sobre o Brasil de Pelotas no placar agregado: 4×0 na ida, 3×0 na volta. Foi o 37º título gaúcho do clube, o 1º desde 2010.

Botafogo – 5 anos
Venceu o Vasco no tempo normal e nos pênaltis, no Maracanã. Foi seu 21º título estadual, o 1º desde 2013, quando ganhou os 2 turnos – na época, isso já garantia o título.

Cruzeiro – 4 anos
Fez o resultado que precisava: 2×0 no Atlético. Seu último estadual havia sido conquistado em 2014. Foi o 37º na história.

OUTROS CAMPEÕES DO FIM DE SEMANA

Bahia (após 3 anos) – Campeão baiano pela 47ª vez (é o maior campeão), a 1ª desde 2015.

Figueirense (após 3 anos) – Maior campeão catarinense, agora com 18 títulos. Último havia sido em 2015.

Remo (após 3 anos) – Campeão paraense pela 1ª vez desde 2015. Reduziu para 2 títulos a vantagem do Paysandu (47×45).

Rio Branco (após 3 anos) – Maior campeão acreano, faturou o 47º título, o 1º desde 2015. O Juventus, 2º maior campeão, tem 14.

Atlético Paranaense (após 2 anos) – Campeão paranaense pela 24ª vez, a 1ª desde 2016.

Moto Club (após 2 anos) – Foi o 26º título maranhense do Moto, o 1º desde 2016.

Goiás (era o atual tricampeão) – Faturou o tetra goiano, o 28º título estadual na história do clube, 13 a mais que o rival Vila Nova.

Botafogo/PB (era o atual campeão) – Conquistou seu 29º título paraibano, o bi consecutivo. O vice Campinense é o 2º maior campeão, com 20.

Ceará (era o atual campeão) – Bicampeão cearense, agora, com 4 títulos de vantagem sobre o Fortaleza (45×41).

Corinthians (era o atual campeão) – Bicampeão paulista, chegando a 29 títulos, 5 a mais que o Palmeiras, 2º maior campeão.

Cuiabá (era o atual campeão) – Bicampeão mato-grossense. Tem 8 taças na história.

Manaus (era o atual campeão) – Bicampeão amazonense.

Imagem: Facebook Oficial do Náutico

 

 

CamisetasGozadas.com.br (clique na imagem para saber mais)

Curta a página RISOBOL no Facebook

Curta, no Facebook, a página FRASES FAMILY GUY

Siga, no Instagram, MELHORES DO STAND UP

Deixe uma resposta