Grêmio se aproxima, mas 2 clubes brasileiros ainda têm maiores séries invictas fora de casa em Libertadores

Invicto como visitante, na Libertadores, desde as oitavas-de-final da edição 2017, o Grêmio completou, diante do Cerro Porteño, pela 3ª rodada da fase de grupos 2018, 6 partidas sem perder fora de casa na competição, com 3 vitórias e 3 empates. É a melhor série do clube, empatando com as melhores séries de Cruzeiro e Santos no torneio.

Dentre os clubes brasileiros, 2 ainda estão à frente do Grêmio quanto à invencibilidade como visitantes em Libertadores. O Corinthians, campeão invicto em 2012, fez 7 jogos fora de casa naquela edição. O clube paulista ainda emendou uma 8ª partida invicto na estreia de 2013. Foram duas vitórias e 6 empates.

O recorde, dentre os clubes brasileiros, pertence ao Vasco. São 10 partidas consecutivas de Libertadores sem derrota fora de casa: as 5 últimas de 1998; a única de 1999 e as 4 primeiras de 2001. Foram 5 vitórias e 5 empates.

O Grêmio deverá chegar, ao menos, a um sétimo jogo de invencibilidade como visitante nesta Libertadores, já que ainda enfrentará o lanterna de seu grupo, o Monagas, na Venezuela.

MAIOR SÉRIE INVICTA, FORA DE CASA, DOS BRASILEIROS NA LIBERTADORES

VASCO – 10 JOGOS (1998/1999/2001)
(E) 1×1 América/MEX – Grupos 1998
(E) 0x0 Cruzeiro – Oitavas 1998
(E) 1×1 Grêmio – Quartas 1998
(E) 1×1 River Plate – Semifinal 1998
(V) 2×1 Barcelona/EQU – Final 1998
(E) 1×1 Palmeiras – Oitavas 1999
(V) 3×0 América de Cali – Grupos 2000
(V) 1×0 Táchira – Grupos 2000
(V) 3×1 Peñarol – Grupos 2000
(V) 3×1 Deportes Concepción – Oitavas 2000

CORINTHIANS – 8 JOGOS (2012/2013)
(E) 1×1 Táchira – Grupos 2012
(E) 0x0 Cruz Azul – Grupos 2012
(V) 3×1 Nacional/PAR – Grupos 2012
(E) 0x0 Emelec – Oitavas 2012
(E) 0x0 Vasco – Quartas 2012
(V) 1×0 Santos – Semifinal 2012
(E) 1×1 Boca Juniors – Final 2012
(E) 1×1 San Jose/BOL – Grupos 2013

SANTOS – 6 JOGOS (1962/1963)
(V) 4×3 Dep. Municipal/BOL – Grupos 1962
(E) 1×1 Cerro Porteño – Grupos 1962
(E) 1×1 Universidad Católica/CHL – Semifinal 1962
(V) 2×1 Peñarol – Final 1962
(V) 4×0 Botafogo – Semifinal 1963
(V) 3×2 Boca Juniors – Final 1963
Foram 4 séries de 6 partidas sem perder fora de casa. Na de 1962/1963, obteve os melhores números (não se contabiliza o jogo-extra da final de 1962, em campo neutro). As outras séries ocorreram em 2003, 2007 e 2017.

CRUZEIRO – 6 JOGOS (2001/2004)
(V) 1×0 Sporting Cristal – Grupos 2001
(V) 4×3 Olímpia – Grupos 2001
(E) 0x0 Emelec – Grupos 2001
(V) 2×1 El Nacional/EQU – Oitavas 2001
(E) 3×3 Palmeiras – Quartas 2001
(V) 3×1 Univ. Concepción – Grupos 2004

GRÊMIO – 6 JOGOS (2017/2018)
(V) 1×0 Godoy Cruz – Oitavas 2017
(E) 0x0 Botafogo – Quartas 2017
(V) 3×0 Barcelona/EQU – Semifinais 2017
(V) 2×1 Lanús – Finais 2017
(E) 1×1 Defensor – Grupos 2018
(E) 0x0 Cerro Porteño – Grupos 2018

FLAMENGO – 5 JOGOS (1984/1991)
(V) 3×0 Universidad Los Andes/VEN – Triangular semifinal 1984
(E) 2×2 Bella Vista/URU – Grupos 1991
(V) 1×0 Nacional/URU – Grupos 1991
(V) 2×0 Corinthians – Grupos 1991
(V) 3×2 Táchira – Oitavas 1991
Esta série não inclui o jogo-desempate com o Grêmio, em 1984, disputado em campo neutro. O Flamengo teve outra série invicta de 5 jogos como visitante, em 1981, mas com uma vitória a menos.

SÃO PAULO – 5 JOGOS (1974)
(V) 1×0 Jorge Wilstermann – Grupos
(E) 1×1 Dep. Municipal/BOL – Grupos
(V) 2×1 Palmeiras – Grupos
(E) 0x0 Millonarios – Triangular semifinal
(V) 1×0 Defensor Lima/PER – Triangular semifinal

INTERNACIONAL – 5 JOGOS (1993/2006)
(E) 0x0 Atlético Nacional – Grupos 1993
(E) 1×1 Maracaibo – Grupos 2006
(V) 2×1 Pumas – Grupos 2006
(E) 0x0 Nacional/URU – Grupos 2006
(V) 2×1 Nacional/URU – Oitavas 2006

BAHIA – 5 JOGOS (1964/1989)
(E) 0x0 Deportivo Italia/VEN – 1ª fase 1964
(V) 2×1 Internacional – Grupos 1989
(E) 0x0 Marítimo/VEN – Grupos 1989
(E) 1×1 Táchira – Grupos 1989
(E) 1×1 Universitario/PER – Oitavas 1989

PALMEIRAS – 4 JOGOS (1971)
(V) 3×2 Galícia/VEN – Grupos
(V) 2×0 Deportivo Italia/VEN – Grupos
(V) 3×1 Fluminense – Grupos
(V) 2×1 Universitario/PER – Triangular semifinal
Foram 3 séries palmeirenses de 4 jogos sem perder fora de casa. A melhor delas foi esta de 1971, com 4 vitórias. As outras foram em 2000/2001 e 2006.

FLUMINENSE – 4 JOGOS (1971/1985)
(V) 2×0 Palmeiras – Grupos 1971
(V) 3×1 Galícia/VEN – Grupos 1971
(V) 6×0 Deportivo Itália/VEN– Grupos 1971
(E) 0x0 Vasco – Grupos 1985
O clube teve outra série invicta de 4 jogos, em 2012, mas com saldo de gols inferior.

PAYSANDU – 4 JOGOS (2003)
(V) 2×0 Sporting Cristal – Grupos
(V) 6×2 Cerro Porteño – Grupos
(E) 1×1 Universidad Católica – Grupos
(V) 1×0 Boca – Oitavas

ATLÉTICO PARANAENSE – 3 JOGOS (2000)
(V) 3×0 Alianza Lima – Grupos
(V) 3×1 Nacional/URU – Grupos
(E) 0x0 Emelec – Grupos

BOTAFOGO – 3 JOGOS (1963)
(V) 1×0 Alianza Lima – Grupos
(V) 3×0 Millonarios – Grupos
(E) 1×1 Santos – Semifinal

ATLÉTICO MINEIRO – 3 JOGOS (1978)
(E) 1×1 Unión Española – Grupos
(V) 5×4 Palestino – Grupos
(V) 2×1 São Paulo – Grupos
Foram outras duas séries de 3 jogos, em 1981 e 2014, ambas com uma vitória a menos.

SPORT – 3 JOGOS (2009)
(V) 2×1 Colo-Colo – Grupos
(E) 1×1 Palmeiras – Grupos
(V) 3×2 LDU – Grupos

SÃO CAETANO – 3 JOGOS (2004)
(V) 2×0 The Strongest – Grupos
(E) 1×1 América/MEX – Oitavas
(E) 1×1 Boca Juniors – Quartas
O clube obteve outra invencibilidade de 3 jogos entre o final da edição 2002 e o início da de 2004.

GOIÁS – 3 JOGOS (2006)
(E) 1×1 Deportivo Cuenca – Pré-Libertadores
(V) 2×0 Unión Española – Grupos
(E) 0x0 Newell’s Old Boys – Grupos

OUTROS CLUBES

Bangu – Perdeu os 3 jogos fora de casa em sua única participação, em 1986.

Chapecoense – Em duas participações, não chegou a ficar um 2º jogo sem perder fora de casa.

Coritiba – Foram duas participações. Em nenhuma, ficou 2 jogos seguidos sem derrota como visitante.

Criciúma – Não passou de 2 jogos invicto como visitante na única participação, em 1992.

Guarani – Foram 3 participações. Não ficou invicto mais de duas partidas fora de casa.

Juventude – Perdeu os 3 jogos fora de casa em sua única participação, em 2000.

Náutico – Não passou de 2 jogos invicto como visitante na única participação, em 1968.

Paraná – Em sua única Libertadores, em 2000, ficou invicto por 2 jogos seguidos como visitante.

Paulista – Dos 3 jogos que fez fora de casa, em 2006, empatou 1 e perdeu 2.

Santo André – Dos 3 jogos que fez fora de casa, em 2005, empatou 1 e perdeu 2.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

 

 

Ouça o Fodcast (o F é de Futebol)

CamisetasGozadas.com.br

Curta a página RISOBOL no Facebook

Curta, no Facebook, a página FRASES FAMILY GUY

Siga, no Instagram, MELHORES DO STAND UP

Deixe uma resposta