Argentinos ainda não venceram Mundial de Clubes no atual formato. Só 1 deles deu trabalho

Desde que a Fifa estabeleceu o atual formato para o Mundial de Clubes, em 2005, esta será a quinta vez que um time argentino representará a América do Sul no torneio.

Tanto Boca Juniors quanto River Plate já jogaram a competição e acabaram vice-campeões, tendo tido mais trabalho do que proporcionando ao europeu campeão. Assim foi com o San Lorenzo. O único que fez o campeão da Uefa Champions League suar foi o Estudiantes.

O primeiro argentino a participar do Mundial de Clubes, no atual formato, foi o Boca, em 2007, no Japão. Na semifinal, venceu apenas por 1×0 o Étoile du Sahel, da Tunísia, gol de Neri Cardozo. O time argentino jogou com um a menos desde os 20 minutos do segundo tempo, quando Vargas foi expulso. Na final, um passeio do Milan: 4×2. Os italianos chegaram a estar vencendo por 4×1, com 2 gols de Inzaghi, 1 de Nesta e 1 de Kaká. Palacio e Ledesma marcaram para o Boca.

O River disputou o Mundial também no Japão, em 2015. Na semifinal, sofreu para derrotar o Sanfrecce Hiroshima, do país-sede, por 1×0, gol de Alario, aos 27 minutos do segundo tempo. Na decisão, goleada do Barcelona, 3×0, com 2 gols de Suárez e 1 de Messi.

Um ano antes, em 2014, San Lorenzo representou a América do Sul no Mundial de Clubes do Marrocos. Na semifinal, inesperada dificuldade diante do fraco Auckland City, da Nova Zelândia, que levou o jogo para a prorrogação. Barrientos fez o gol argentino no empate em 1×1 no tempo normal. O gol da classificação foi de Mauro Matos, que saiu do banco de reservas. Na final, tranquilos 2×0 do Real Madrid, placar assegurado já no começo do segundo tempo, gols de Sergio Ramos e Bale.

O único clube argentino que ficou, verdadeiramente, perto do título Mundial, na era Fifa, foi o Estudiantes. Campeão da Libertadores 2009 em cima do Cruzeiro, o clube de La Plata foi aos Emirados Árabes e eliminou o Pohang Steelers, da Coreia do Sul, 2×1. Chegou a abrir 2×0, gols de Leandro Benitez.

Na final, o Estudiantes abriu 1×0 sobre o Barça ainda no primeiro tempo, com Mauro Boselli. Os espanhóis só conseguiram empatar aos 44 da segunda etapa, com Pedro, saído do banco. O Barça virou apenas no segundo tempo da prorrogação, com gol de Messi.

Na era Fifa, os únicos títulos mundiais da América do Sul são de 3 clubes brasileiros: Corinthians (2000 e 2012), São Paulo (2005) e Internacional (2006). Desde 2013, só europeus ganharam a taça. Pela ordem: Bayern de Munique, Real Madrid, Barcelona e Real Madrid (atual bicampeão).

No Mundial de Clubes 2018, nos Emirados, o campeão da Libertadores irá jogar, pela semifinal dia 18 de dezembro, contra o vencedor do confronto entre o campeão africano (Al Ahly ou Espérance) e o ganhador do jogo preliminar, entre Al Ain e Team Wellington.

>> Curta a página de FAZENDO NÚMERO no Facebook!

Boca, vice em 2007; River, vice em 2015. Imagens: Reprodução Fifa.com

 

CamisetasGozadas.com.br (clique na imagem para acessar a página do Facebook)

Curta a página RISOBOL no Facebook

Curta, no Facebook, a página FRASES FAMILY GUY

Siga, no Instagram, MELHORES DO STAND UP

Deixe uma resposta